Clonagem de embriões de porcos pode ser solução para transplantes humanos

Imagem da notícia: Clonagem de embriões de porcos pode ser solução para transplantes humanos

Cientistas japoneses acreditam que a produção de órgãos humanos em porcos possa ser viável no futuro. Através da criação em laboratório de um pâncreas de um porco clonado, afirmam que o mesmo procedimento possa ser aplicado em humanos.

A experiência, realizada em conjunto pela Universidade de Tóquio e Meiji, consistiu na inserção de células para a conceção do pâncreas, de um embrião clonado de porco, num outro embrião clonado, mas geneticamente modificado para não conceber este órgão.

O procedimento foi bem-sucedido. Os cientistas acreditam que este método possa ser útil para produzir órgãos humanos nos porcos, para transplantes, já que existe uma compatibilidade.

Hiromitsu Nakauchi, líder da investigação, afirma que a equipa está preparada para encetar este tipo de experiências. Pretende desenvolver estudos sobre a implementação de células iPS (pluripotentes induzidas) humanas modificadas num embrião de porco, já que têm a capacidade de serem programadas para transformarem-se em qualquer tipo de tecido.

No entanto a lei japonesa proíbe este tipo de procedimentos devido a implicações éticas, daí que a Comissão do Governo japonês esteja a rever as diretrizes para este tipo de investigação.

25 Fevereiro 2013
Atualidade

PUBLICIDADE
Montellano
PUBLICIDADE
MineralDente - Recrutamento

Notícias relacionadas

Um viva ao Hugo

O designer da LabPro celebra hoje o seu aniversário. Muitos parabéns Hugo, um dia super feliz!

Ler mais 7 Maio 2024
Atualidade

C.A.S.O Lisboa já realizou mais de 5 mil consultas

O Centro de Apoio à Saúde Oral (C.A.S.O.) de Lisboa, promovido pela Mundo A Sorrir numa parceria com a Junta de Freguesia de Santo António e financiado pela Câmara Municipal de Lisboa, tem sido um apoio no acesso à saúde oral para a população vulnerável do município. Desde o seu início, o projeto já beneficiou diretamente 2894 pessoas.

Ler mais 26 Abril 2024
Atualidade