“O mercado exige rapidez, preço e qualidade”

Imagem da notícia: “O mercado exige rapidez, preço e qualidade”

António Castelo-Branco, na altura chefe executivo do laboratório Hi-Tec, explicou-nos em entrevista qual a sua opinião relativamente ao futuro do espaço dedicado à Prótese Dentária.

“O futuro do laboratório assenta na saída dos técnicos da bancada e na sua passagem para a frente do computador, trabalhando em modelos e casos virtuais, em que todos esses ficheiros são transferidos para uma máquina de fresagem que faz o acabamento das peças finais. O trabalho que os técnicos aprenderam na faculdade com o pingador, a cera, etc, passou à história. Demos um passo gigante à frente com o CAD/CAM.”

Leia a entrevista na íntegra na LabPro 6, aqui.

31 Outubro 2014
Entrevistas

Notícias relacionadas

“Somos ceramistas de coração”

Com a crescente aposta no digital, Diogo Gomes vê a presença das máquinas com uma “enorme e indispensável ferramenta”, apesar de o seu trabalho continuar a “depender das mãos e da apreciação de um bom técnico”. A LabPro revê a entrevista realizada a um dos fundadores do laboratório DentalShaping.

Ler mais 7 Janeiro 2022
AtualidadeEntrevistasPrótese dentária