Sempre a fazer sorrir!

Imagem da notícia: Sempre a fazer sorrir!

Com 44 anos e uma longa experiência em laboratório, Alexandre Monteiro terminou recentemente a licenciatura em Prótese Dentária.

Quando tinha 18 anos, Alexandre Monteiro deixou a escola. “Já trabalhava há alguns anos, pois a paixão pela prótese dentária era muita e as oportunidades ótimas… Foi por isso que fiz uma pausa nos estudos, para me dedicar ao trabalho de corpo e alma. De qualquer das formas, não parei, fui fazendo sempre formações com especialistas de topo na área, dentro e fora do nosso país. Há quatro anos, decidi retomar os estudos, para um maior aperfeiçoamento dos conhecimentos, iniciando assim a minha licenciatura de Pró-tese Dentária, na Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa – CESPU”.

Terminou em julho esta licenciatura e, agora, falta-lhe apenas a cédula profissional, situação que está já em fase de regularização. “A cédula abre-nos outros caminhos. Dá-nos uma maior segurança e credibilidade a nível profissional, e também pessoal”.

Quando questionado sobre as razões que o levaram a avançar com a licenciatura, disse-nos que queria mais. “Apesar de ter bastante experiência na área, faltavam-me as bases teó-ricas, toda a informação que se aprende numa faculdade. Além disso, com esta formação, tenho a minha atividade profissional devidamente regulamentada”.

Leia mais na DentalPro 93!

12 Outubro 2015
Entrevistas

Notícias relacionadas

“A prótese removível é o patinho feio da prótese dentária”

Maria de Lurdes Veiga Kraemer nasceu em Dume, Braga, mas cedo partiu para a Alemanha com os pais, onde tirou o curso profissional de técnica de prótese dentária por “mero acaso”. Numa conversa com a LabPro, a técnica de prótese dentária falou sobre a escolha profissional, o laboratório de prótese que tem com o marido, da colaboração com a Merz Dental, na qual dá formação, e da dificuldade da prótese removível se afirmar no mundo da prótese.

Ler mais 12 Agosto 2021
EntrevistasPrótese dentária