“Fazemos 10 anos em agosto!”

Imagem da notícia: “Fazemos 10 anos em agosto!”

Marta Moreira contou-nos a história do Marfidente, laboratório que surgiu em 2006 na cidade da Maia.

LabPro: Porquê a escolha da prótese dentária?
Marta Moreira:
Inicialmente, não era o que eu queria. A minha ideia era seguir enfermagem. No entanto, entrei no curso de prótese dentária e apaixonei-me pela área. No último ano da licenciatura tive que começar a trabalhar, devido ao falecimento do meu pai. Trabalhava num laboratório e estudava ao mesmo tempo. Fiquei por lá durante quatro anos, mas as coisas não correram muito bem e decidi sair.

LP: E foi nessa altura que criou o Marfidente?
MM:
Não. Na altura o Hélder tinha uma empresa de construção, na área da eletricidade, e fui trabalhar com ele durante um ano. Mas depois ele começou a “aguçar-me o bichinho” para a prótese, no sentido de voltar a investir na minha área e de montarmos um laboratório próprio. Foi aí que começou a nossa aventura. Estávamos em 2005 e o Marfidente começou a funcionar em 2006. Fazemos 10 anos em agosto!

Entrevista na íntegra na LabPro 22!

9 Março 2016
Entrevistas

Notícias relacionadas

“A prótese removível é o patinho feio da prótese dentária”

Maria de Lurdes Veiga Kraemer nasceu em Dume, Braga, mas cedo partiu para a Alemanha com os pais, onde tirou o curso profissional de técnica de prótese dentária por “mero acaso”. Numa conversa com a LabPro, a técnica de prótese dentária falou sobre a escolha profissional, o laboratório de prótese que tem com o marido, da colaboração com a Merz Dental, na qual dá formação, e da dificuldade da prótese removível se afirmar no mundo da prótese.

Ler mais 12 Agosto 2021
EntrevistasPrótese dentária