PIPCO já abrangeu mais de 5 mil utentes

Imagem da notícia: PIPCO já abrangeu mais de 5 mil utentes

Desde que foi criado em 2014, o PIPCO – Programa de Intervenção Precoce do Cancro Oral já permitiu a deteção de 129 casos de lesões malignas e de 168 lesões potencialmente malignas. No total, já beneficiaram do programa 5.518 utentes.

A taxa de utilização dos cheques biópsia tem vindo a subir desde o primeiro ano do programa e atingiu os 93,3%. No ano passado e até ao final de dezembro tinham sido utilizados 920 dos 986 cheques biópsia emitidos.

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, considera que “o PIPCO veio colmatar uma grave lacuna no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e está a permitir salvar vidas, uma vez que o cancro oral tem uma das taxas de mortalidade mais elevadas. O cancro oral é tratável se for detetado precocemente, o que não acontecia até aqui, sobretudo em grupos de risco, nomeadamente fumadores”.

O número de cheques diagnóstico tem vindo a aumentar todos os anos, tendo passado de 2.402 em 2014 para 4.175 no ano passado.

 

5 Fevereiro 2018
Atualidade

Notícias relacionadas

Não pagou a fatura a horas. E agora?

O Decreto-Lei n.º 62/2013 de 10 de maio, da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, dá conta das medidas contra os atrasos no pagamento de transações comerciais.

Ler mais 14 Fevereiro 2018
AtualidadeOpinião

FTS reuniu em Coimbra

Depois do Porto, o Fórum Tecnologias da Saúde (FTS) foi a Coimbra, a 3 de fevereiro, falar e ouvir os colegas sobre o processo de autorregulação profissional.

Ler mais 7 Fevereiro 2018
AtualidadeEventos e formação