Dental Domus: A fusão entre multimédia e prótese dentária

Imagem da notícia: Dental Domus: A fusão entre multimédia e prótese dentária

Estivemos à conversa com Nuno Alves e Pedro Macedo no laboratório Dental Domus. Inserido no Porto, este reveste-se de inovação tecnológica e, principalmente, humana. Conheça a entrevista de capa na LabPro 32.

LabPro: Qual é o papel do Pedro?

Pedro Macedo: Eu não sou técnico de prótese dentária. Sou licenciado em tecnologias multimédia e comecei a trabalhar no CAD/CAM no ano 2000, mas na parte mobiliária! Foi quando comecei a colaborar com o doutor Manuel Neves, há seis anos atrás, que me integrei nas guias cirúrgicas e no CAD/CAM laboratorial. Não foi grande novidade porque, já anteriormente, trabalhava com softwares industriais. A novidade foi a prótese dentária que, ao contrário da indústria, não é (nem deve ser) produção em série. Felizmente e devido à excelente equipa, tanto de protésicos como de médicos dentistas, que me acompanharam desde o inicio, consigo ultrapassar as dificuldades inerentes a esta área tão singular. Para mim, é uma oportunidade assistir técnicos e médicos com soluções tecnológicas. Sendo de uma área que está a vincular-se com a medicina dentária, acho que a construção de sinergias é uma mais-valia.

Nuno Alves: Aqui o trabalho é como pintar um quadro. Cada paciente traduz-se num serviço completamente diferente. Procuramos sempre pelas pequenas coisas que podemos mudar e melhorar.

21 Maio 2018
Entrevistas

Notícias relacionadas