Obturador maxilar em Poliamida flexível

Imagem da notícia: Obturador maxilar em Poliamida flexível

Artigo técnico da autoria de Ana Peleija, João António C. Paulo e João Paulo Rodrigues Martins, a publicar na próxima edição:

Cerca de 90% das neoplasias da cabeça e pescoço têm origem nas mucosas orais, faringe e orofaringe.

Numa fase inicial do tumor as terapias mais frequentes são a radioterapia e braquiterapia, enquanto que numa fase mais avançada o tratamento passa pela cirurgia. Tal implica uma extensa remoção de tecidos o que afeta negativamente a estética, mastigação e fonética.

A reabilitação mais frequente é a utilização de uma prótese removível esquelética combinada com um obturador em resina acrílica. Nos últimos anos têm sido introduzidos materiais alternativos ao uso do Cr-Co. Entre eles as poliamidas flexíveis que apresentam vantagens na questão da estética e do peso da restauração.

Neste artigo descreve-se a realização de uma prótese flexível em poliamida combinada com um obturador oco em PMMA.

Saiba mais na LabPro 39.

16 Abril 2020
Artigos Técnicos

Notícias relacionadas