Investigadores desenvolvem teste rápido para doença periodontal

Imagem da notícia: Investigadores desenvolvem teste rápido para doença periodontal

A ligação entre a doença periodontal e uma série de condições sistémicas de saúde, como doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e artrite reumatoide, está bem estabelecida neste momento. Investigadores da Universidade de Birmingham estão a desenvolver um teste rápido para identificar a presença de doença periodontal na esperança de beneficiar a saúde geral de pacientes com essas comorbilidades.

O dispositivo está a ser desenvolvido por Tim Albrecht, da Faculdade de Química da Universidade de Birmingham, juntamente com Melissa Grant, da Escola de Medicina Dentária da mesma universidade. O dispositivo consiste numa sonda especializada e num detetor que fornece uma medição de certos biomarcadores baseados em proteínas, que indicam a presença e a progressão da doença periodontal. Este painel de biomarcadores foi descoberto e validado num estudo publicado no Journal of Clinical Periodontology1 por uma equipa de investigadores liderada por Melissa Grant.  

“Acreditamos que o dispositivo que estamos a criar será a primeira sonda dentária que pode identificar a doença periodontal”, refere Tim Albrecht num comunicado à imprensa. “O dispositivo detetará a periodontite de forma rápida e fácil, numa variedade de ambientes de saúde, abrindo oportunidades para monitorização e intervenção precoce em pacientes com doenças, que beneficiariam mais com o tratamento rápido da periodontite”, afirma. 

Melissa Grant acrescenta: “A capacidade de detetar e traçar o perfil de biomarcadores de doenças em tempo real permitirá a monitorização da gravidade da doença e, em particular, a transição entre formas mais brandas e mais graves de doença gengival. Isso beneficiará não apenas a saúde oral, mas também reduzirá custos e atrairá pacientes para os quais o tratamento periodontal pode, a longo prazo, salvar vidas.” 

Os investigadores receberam recentemente o financiamento do Conselho de Pesquisa em Engenharia e Ciências Físicas de Pesquisa e Inovação do Reino Unido e planeiam desenvolver um protótipo deste dispositivo dentro de um ano. A longo prazo, esperam desenvolver uma sonda pequena o suficiente para ser inserida nos espaços interdentais, que permitirá aos dentistas e outros profissionais de saúde coletar saliva e fluido crevicular gengival e medir a progressão da doença periodontal.  

“Se formos capazes de atingir estes marcos, espero ver um progresso significativo nos próximos dois a três anos”, declarou Albrecht ao Dental Tribune International. 

NOTAS 
1.Discovery, validation, and diagnostic ability of multiple protein-based biomarkers in saliva and gingival crevicular fluid to distinguish between health and periodontal diseases. DOI: 10.1111/jcpe.13630
Melissa Grant juntou-se à Universidade de Birmingham em 2011, como conferencista na Escola de Medicina Dentária. Foi promovida a professora associada em 2016. É líder conjunta do Grupo de Investigação Periodontal (PRG, na sigla em inglês) e revela um grande interesse pelos players da área da proteína associados às doenças orais e sistémicas.
Tim Albrecht ingressou na Universidade de Birmingham em 2017, como presidente do departamento de Físico-Química. Antes de fazer parte desta universidade, foi revisor/leitor em Ciências Interfaciais e Analíticas no Imperial College. Tim Albrecht dirige o Grupo Albrecht, uma equipa interdisciplinar com uma vasta gama de interesses no ramo da investigação.
Foto: Caroline-lm, Unsplash

22 Junho 2023
Relatório

Notícias relacionadas

GlobalData Report – O Mundo em 2030

O último relatório da GlobalData estabelece o cenário para daqui a sete anos e analisa como a tecnologia irá mudar a forma como trabalhamos e vivemos. O relatório pretende que cada stakeholder se posicione para “o sucesso ao compreender como a sua indústria irá mudar até 2030”.

Ler mais 27 Dezembro 2022
Relatório

Laboratórios de Prótese Dentária no Facebook

Na transição para a segunda metade do calendário civil, o período selecionado diz respeito à análise da presença digital de 163 empresas, com o destaque para alguns laboratórios nacionais com assiduidade comprovada na rede social Facebook.

Ler mais 21 Dezembro 2022
Relatório