Quantas cédulas profissionais de TPD existem?

Imagem da notícia: Quantas cédulas profissionais de TPD existem?

Numa rápida pesquisa pelo site do Serviço Nacional de Saúde, facilmente descobrimos que a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) é a entidade responsável pela emissão do título profissional para Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica (TSDT), Terapêuticas Não Convencionais (TNC) e Podologistas.

Para obter a cédula profissional é apenas exigido entregar alguns documentos como uma cópia do cartão de cidadão, uma fotografia atualizada, o certificado de registo criminal emitido há menos de três meses, comprovativo de pagamento da cédula, a cópia da licenciatura do curso, acompanhada do reconhecimento ou equivalência do grau (se feito no estrangeiro) pela Direção-Geral do Ensino Superior ou estabelecimento de ensino superior.

No entanto, a Associação Portuguesa de Técnicos de Prótese Dentária (APTPD) tem-se apercebido de que há cada vez mais técnicos de prótese dentária a exercerem atividade sem cédula profissional. Esta tendência é preocupante, já que por desvalorização ou por desconhecimento, descredibiliza a profissão.

Que a cédula profissional dos Técnicos de Prótese Dentária (TPD) é um documento de extrema importância, comprovativo emitido pelo Ministério da Saúde sobre a formação académica para o exercício da profissão, todos sabemos. Mas quantas são e como funciona o processo de atribuição? Estará o sistema de acordo com a formação exigida, ou desenquadrado com a realidade?

A LabPro foi à procura das respostas. Saiba tudo na próxima edição.

26 Fevereiro 2018
AtualidadePrótese dentária

Notícias relacionadas