Elixir bucal pode eliminar o coronavírus?

Imagem da notícia: Elixir bucal pode eliminar o coronavírus?

A pesquisa – liderada pela Universidade de Cardiff, no Reino Unido – afirma que os elixires bucais que contenham 0,07% de cloreto de cetilpiridínio (CPC) estão a mostrar “sinais promissores” na redução do vírus.

De acordo com o artigo publicado pela revista Visão, os responsáveis simularam em laboratório a passagem da substância da nasofaringe para a orofaringe utilizando estes elixires. Agora, dizem que estas substâncias podem matar o novo coronavírus em apenas 30 segundos: “Embora este estudo in vitro seja muito encorajador e um passo positivo, mais pesquisas clínicas são claramente necessárias”, diz David Thomas, que lidera a investigação.

Para isso, segue-se um ensaio clínico de 12 semanas no Hospital Universitário do País de Gales para “ajudar a determinar a eficácia do elixir bucal na redução da carga viral na saliva dos pacientes”.

Saiba mais aqui.

19 Novembro 2020
Atualidade

Notícias relacionadas

Direção da APTPD sobre os 10 anos da LabPro

Desafiámos os nossos leitores a escreverem-nos e a darem-nos a sua opinião sobre a LabPro, sobre a evolução do setor da prótese dentária em Portugal nestes últimos 10 anos e sobre a importância da nossa revista neste percurso. Hoje destacamos o testemunho da direção da APTPD – Associação Portuguesa de Técnicos de Prótese Dentária.

Ler mais 18 Janeiro 2021
Atualidade

Novo confinamento: clínicas e laboratórios podem abrir

O Governo já anunciou as medidas do novo confinamento geral para um combate necessário ao avultado número de infetados com Covid-19. Na generalidade, voltam a ser aplicadas as regras do primeiro confinamento, mas com novas exceções. É o caso da medicina dentária. As clínicas vão manter-se abertas, logo os laboratórios de prótese dentária poderão continuar em funcionamento.

Ler mais 14 Janeiro 2021
AtualidadePrótese dentária

João Caramês tomou posse como novo diretor da FMDUL

No passado dia 4 de janeiro realizou-se a tomada de posse do novo diretor da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa (FMDUL), João Caramês. Esta cerimónia decorreu pelas 12h na Sala do Senado do edifício da Reitoria da Universidade de Lisboa.

Ler mais 13 Janeiro 2021
Atualidade