“A prótese dentária surgiu por acaso”

Imagem da notícia: “A prótese dentária surgiu por acaso”

Sérgio Martins faz parte da terceira “fornada” de técnicos de prótese dentária licenciados. Adquiriu a sua cédula profissional em 1999 e, depois de um ano a estagiar em Madrid, criou o seu próprio laboratório na Trofa, cidade que o viu crescer. O Saúdente – Laboratório de Prótese Dentária evoluiu e instalou-se também em Braga. Quando questionado sobre a dedicação à prótese dentária, disse-nos que foi um pouco por acaso.

“Quando chegou a hora de ingressar no ensino superior, a minha intenção era estudar medicina dentária. Porém, como não concorri logo na primeira fase para o ensino particular e como não consegui entrar no público, na segunda fase já não havia vagas em medicina dentária. Foi quando decidi tentar a prótese dentária. A ideia era ficar um ano e depois mudar. A verdade é que gostei bastante do curso e acabei por ficar na área da prótese. Apaixonei-me por esta atividade”.

Toda a entrevista na LabPro 21!

4 Dezembro 2015
Entrevistas

Notícias relacionadas

Marta Moreira e Hélder Pontes viajam até à Polónia para ajudar ucranianos

Hélder Pontes e Marta Moreira, do laboratório de prótese dentária Marfidente, juntamente com dois familiares – tal como muitas outras entidades em Portugal e no resto da Europa – “arregaçaram as mangas” e organizaram uma campanha de recolha de bens e viajaram até Przemyśl, na Polónia, junto à fronteira com a Ucrânia para “levar ajuda”.

Ler mais 10 Maio 2022
AtualidadeEntrevistas