Zirkonzahn Sintermetall – fresado no próprio laboratório e 100% estável

Imagem da notícia: Zirkonzahn Sintermetall – fresado no próprio laboratório e 100% estável

Com os blocos em metal sinterizado desenvolvidos pela Zirkonzahn, podem-se produzir restaurações NEM no próprio laboratório (coroas individuais, trabalhos de grandes proporções, estruturas metálicas, telescópios, barras, estruturas de pino e inserções). Isto leva a mais uma valorização do laboratório.

Em conformidade com a viabilidade económica, para a sinterização do material não são necessárias nem a utilização de gás protetor nem a aquisição de um forno de sinterização adicional. A liga de crómio-cobalto pode ser sinterizada no Zirkonofen 700 Ultra-Vakuum através da utilização de um adaptador, em alto vácuo e sem gás de proteção.

Este processo de sinterização garante uma forte ligação dos materiais, assim como superfícies lisas, o que, por sua vez, resulta, em termos comparativos, numa alta resistência à rutura e estabilidade.

Saiba mais na próxima edição da LabPro!

12 Fevereiro 2016
Atualidade

Notícias relacionadas

Pedro de Albuquerque Mateus é o novo CEO da MALO CLINIC

A MALO CLINIC entrou numa nova fase de desenvolvimento, tendo reforçado a sua equipa de gestão com a contratação de Pedro de Albuquerque Mateus para presidente executivo (CEO). O gestor tem como missão potenciar o desenvolvimento da MALO CLINIC, que concluiu o seu processo de reorganização e revitalização.

Ler mais 14 Setembro 2020
Atualidade