Colares para as dores de dentes em bebés podem ser perigosos

Imagem da notícia: Colares para as dores de dentes em bebés podem ser perigosos

Estão a tornar-se moda por diminuírem o desconforto do nascimento dos primeiros dentes, mas não são muito bem vistos por alguns especialistas em segurança infantil e pediatras. Estamos a falar dos colares de âmbar, apresentados atualmente como um remédio homeopático tradicional para a dentição do bébé.

Em declarações à agência Lusa, o pediatra Mário Cordeiro realça a falta de evidência no que concerne à diminuição do desconforto ou inflamação da dentição e acrescenta que é importante que estes colares não sejam utilizados em crianças com idade inferior a quatro ou cinco anos por perigo de asfixia.

“Não esquecer que no pescoço passam vasos sanguíneos essenciais. Não creio que um resquício de feitiçaria, misturado com moda e status social mereçam o risco de morte ou de asfixia grave”, argumenta o pediatra.

Corrobora da mesma opinião a Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI), que não recomenda que crianças pequenas andem com qualquer tipo de objeto ou fios à volta do pescoço. “Até os próprios fios da roupa foram proibidos para crianças, por perigo de acidentes de estrangulamento. Em crianças, bebés ou mesmo maiores não se quer nada à volta do pescoço”, explicou à agência Lusa, Sandra Nascimento, da APSI.

 

19 Abril 2013
Atualidade

Notícias relacionadas

Pedro de Albuquerque Mateus é o novo CEO da MALO CLINIC

A MALO CLINIC entrou numa nova fase de desenvolvimento, tendo reforçado a sua equipa de gestão com a contratação de Pedro de Albuquerque Mateus para presidente executivo (CEO). O gestor tem como missão potenciar o desenvolvimento da MALO CLINIC, que concluiu o seu processo de reorganização e revitalização.

Ler mais 14 Setembro 2020
Atualidade