Descoberto potencial tratamento duradouro para sensibilidade dentária

Imagem da notícia: Descoberto potencial tratamento duradouro para sensibilidade dentária

Investigadores do Taiwan’s National Science Council e do National Taiwan University Hospital estão a desenvolver um novo biomaterial que poderá reconstruir o esmalte desgastado e reduzir, por um longo período de tempo, a sensibilidade dentária.

Os cientistas notaram que a sensibilidade dentária é uma das queixas mais comuns dos pacientes, pois, além de causar dor, pode levar a problemas dentários mais graves. A condição ocorre quando se degrada o esmalte do dente, expondo os túbulos dentinários e permitindo que os nervos subjacentes se tornem mais vulneráveis ao calor e ao frio.

Os tratamentos atuais, incluindo as pastas de dentes especiais, atuam de forma a bloquearem as aberturas dos túbulos. Trata-se, no entanto, de uma solução superficial, que não resiste ao desgaste provocado pela mastigação e escovagem diária.

Neste sentido, os investigadores criaram uma nova pasta com base nos elementos encontrados nos dentes, nomeadamente cálcio e fósforo. Aplicaram o material em dentes de cães e descobriram que se conecta mais profundamente aos túbulos expostos, quando comparado com outros tratamentos.

Esta profundidade poderá ser a chave para reparar o esmalte danificado e proporcionar um alívio mais duradouro em relação à sensibilidade dentária. O material que os investigadores testaram nos cães é descrito no jornal ACS Nano.

 

10 Fevereiro 2015
Atualidade

Notícias relacionadas