Esperar uma prótese a vida toda?

Imagem da notícia: Esperar uma prótese a vida toda?

A denúncia é feita por Ana Castro, presidente do Grupo de Estudos de Cancro da Cabeça e Pescoço, ao Jornal de notícias.

Esta revela que existem centenas de pessoas à espera de uma prótese dentária, prometida por um despacho governamental de 2016 que criou um programa de reabilitação oral para pacientes oncológicos.

O programa incidir-se-ia em oito hospitais públicos do Grande Porto, Coimbra e Lisboa para doentes que perderam dentes devido a tratamentos de cancro na cabeça e pescoço.

O problema, segundo a presidente do grupo, cerne na dificuldade em “operacionalizar o que está acordado”, pelo que os hospitais têm que acompanhar caso-a-caso e não sabem onde adquirir as próteses ou como proceder.

Paralelamente, os casos arrastam-se sem solução. Exemplo disto é Orlando Monteiro, que descortinou a sua história ao JN.

13 Setembro 2018
Atualidade

Notícias relacionadas

Tuna Dentária de Lisboa pede apoio para atuar na Madeira

A Tuna Académica Dentária de Lisboa (TADeL), tuna feminina da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa, recebeu um convite em nome da Tuna D’Elas (Tuna Feminina da Universidade da Madeira) para marcar presença no festival de tunas denominado IX Encantunas, que se realizará de 3 a 5 de maio de 2019 na ilha da Madeira.

Ler mais 4 Janeiro 2019
Atualidade