CPC em colutórios quebra a membrana SARS-CoV-2

Imagem da notícia: CPC em colutórios quebra a membrana SARS-CoV-2

Um estudo liderado pela Fundación Lucha contra las Infecciones em conjunto com o IrsiCaixa AIDS Research Institute e a Gerencia Territorial Metropolitana Nord del Instituto Catalán de la Salud (ICS), com a colaboração da DENTAID Research Center, demonstrou a atividade virucida do Cloreto de Cetilpiridínio (CPC) na saliva contra o SARS-CoV-2, confirmando in vivo os resultados que já haviam sido observados anteriormente em estudos in vitro, realizados pela equipa de pesquisa da IrsiCaixa.

Esta investigação, realizada com amostras de saliva de pessoas infetadas que foram tratadas em centros de cuidados primários, confirma a capacidade do CPC de romper a membrana do vírus. O estudo permitiu demonstrar in vivo que o SARS-CoV-2 perde a sua capacidade infeciosa uma vez que com a membrana destruída não consegue penetrar nas células. Portanto, os colutórios com CPC podem ser uma ferramenta a considerar na prevenção contra a infeção causada pelas diversas variantes do coronavírus.

“Concluir que um colutório com CPC tenha uma atividade contra o SARS-CoV-2 é uma notícia muito boa, pois o uso desse colutório poderá reduzir a transmissão do vírus entre pessoas”, afirma Andrea Alemany, investigadora da Fight Against Infections Foundation e a primeira autora do estudo.

1 Agosto 2022
Atualidade

PUBLICIDADE
Montellano
PUBLICIDADE
MineralDente - Recrutamento

Notícias relacionadas

Dia Europeu do Técnico de Prótese Dentária

A oferta é dirigida aos sócios da Associação Portuguesa de Técnicos de Prótese Dentária, com dois bilhetes para o Open House Digital Lab Montellano, evento que se realiza a 22 de junho, no Museu Oriente, Lisboa.

Ler mais 7 Junho 2024
Atualidade

Feliz aniversário Paulo

Em dia de aniversário, resolvemos desafiar o Paulo, jornalista na LabPro, a mostrar um pouco mais de si. E aproveitamos para lhe desejar um dia maravilhoso!

Ler mais 29 Maio 2024
Atualidade