Investigadora lusa identifica plantas contra o dengue

Imagem da notícia: Investigadora lusa identifica plantas contra o dengue

Algumas plantas espontâneas ou cultivadas em Portugal, que podem também ser encontradas por toda a Europa, têm um poder inseticida e repelente que pode contribuir para a extinção do mosquito que transmite a dengue: é esta a principal conclusão da tese final da graduação em Medicamentos e Produtos à Base de Plantas, da farmacêutica investigadora da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, Ângela Pizarro.

A tese apresenta informação sobre as plantas que podem fazer parte de formulações de produtos de ação inseticida ou repelente do mosquito vetor que transmite o virus, explicou a investigadora à Lusa, citada pelo DN.

A particularidade das plantas, tais como as espécies de Mentha, Eucalyptus e Glycirrhiza glabra (alcaçuz), é o facto de “serem aromáticas e de possuírem poderosos óleos essenciais”, “que perturbam o processo normal da transmissão da doença, atuando desde a eliminação do mosquito até à prevenção da picada”.

2 Abril 2013
Atualidade

PUBLICIDADE
Montellano
PUBLICIDADE
MineralDente - Recrutamento

Notícias relacionadas

Um viva ao Hugo

O designer da LabPro celebra hoje o seu aniversário. Muitos parabéns Hugo, um dia super feliz!

Ler mais 7 Maio 2024
Atualidade

C.A.S.O Lisboa já realizou mais de 5 mil consultas

O Centro de Apoio à Saúde Oral (C.A.S.O.) de Lisboa, promovido pela Mundo A Sorrir numa parceria com a Junta de Freguesia de Santo António e financiado pela Câmara Municipal de Lisboa, tem sido um apoio no acesso à saúde oral para a população vulnerável do município. Desde o seu início, o projeto já beneficiou diretamente 2894 pessoas.

Ler mais 26 Abril 2024
Atualidade