“A retoma, como já era de prever, está a ser lenta”

Imagem da notícia: “A retoma, como já era de prever, está a ser lenta”

Vitor Ferro, diretor de marketing da Montellano, partilha com a LabPro qual será o impacto da Covid-19 no ramo da medicina e prótese dentária.

“Para as empresas do setor, os impactos da paragem forçada da atividade ainda não são completamente mensuráveis. Claro que há perdas financeiras imediatas, pela paragem da atividade, e a retoma, como já era de prever, está a ser lenta. No entanto, com a reabertura das clínicas e dos laboratórios de prótese temos obtido imenso feedback positivo. Os pacientes estão a reagir muito bem à reabertura das clínicas, a regressar às consultas e aos planos de tratamento que tinham iniciado. Muito desses planos preveem trabalhos de prótese o que dinamiza a atividade dos laboratórios. É claro que o otimismo tem de ser realista, porque muitos trabalhos de valor acrescentado não estão a ser cancelados, mas estão a ser adiados. O lançamento do programa estatal para adaptação da atividade económica das microempresas e PMEs foi também uma boa notícia e uma ajuda para a retoma de muitas clínicas e laboratórios de prótese dentária”.

Opinião completa em breve.

28 Maio 2020
Opinião

PUBLICIDADE
MineralDente - Recrutamento

Notícias relacionadas

Uma visão da profissão à missão do setor

A opinião de Sara Martins, técnica de prótese dentária, na mais recente edição da sua revista profissional. Subscreva a revista LabPro 50 e tenha acesso a conteúdos exclusivos do setor.

Ler mais 19 Maio 2023
Opinião

Colocar a saúde oral na agenda de saúde global

Juan Manuel Frade, diretor geral da Align Technology na Península Ibérica, descreve num artigo de opinião como "as doenças da cavidade oral estão entre as doenças não transmissíveis mais comuns em todo o mundo".

Ler mais 11 Maio 2023
Opinião